domingo, 2 de novembro de 2014

O lado bom

Você percebe o quanto é egoísta e idiota ao se deparar com histórias como a da Luisa Borsari. Não é pela falta de cabelo ou pela doença em si. É pelo senso de humor, pela coragem, pela leveza, mas principalmente, pela vontade de viver que história da Luisa me emocionou.

Tive (e tenho) casos de câncer na família e sei que não é nada fácil lidar com isso. Porém, a postura confiante e madura de uma garota de 13 anos diante de uma situação como essa é um belo tapa na cara de todos nós que, mesmo saudáveis, reclamamos de tudo o dia inteiro. Se ela, que encara uma batalha contra a leucemia há dois anos, é feliz e sorridente, porque nós, que não temos nenhum problema de saúde, estamos sempre infelizes e achando tudo uma droga? A resposta é simples: somos uns grandes babacas.

Não conheço a Luisa pessoalmente, mas ficaria feliz de encontrá-la pessoalmente para poder dizer o quanto ela me impressionou. Lu, você é um exemplo de que, para ser feliz, basta querer - independentemente das circunstâncias. Li seu blog e, Deus do céu, como você é incrível! Me fez parar para pensar o quanto dou importância para coisas que não valem à pena e que, na verdade, a felicidade é a gente que faz. E idade não quer dizer nada mesmo: sou 12 anos mais velha e olha a baita lição que você me deu!

Torço para que a sua vida seja fantástica e repleta de boas surpresas. Quanto ao tratamento, tenha fé e não desista: nada na vida é por acaso. Antes de qualquer coisa, você já é uma vencedora - e ganhou mais uma pessoa que torce pela sua cura e pela sua felicidade. Vai com tudo, garota!



PS.: A Lu tem um blog super bacana, "O lado bom" (http://ladobomoficial.blogspot.com.br). Vale muito a pena ler!

Ela também tem um canal no YouTube e o último vídeo conta com a participação do ator, escritor, humorista e repórter Lucas Salles. No final, rolou uma aposta: se o vídeo alcançar mais de 1.000.000 de visualizações, o Lucas raspa a cabeça junto com a Lu. Não viu ainda? Corre lá https://www.youtube.com/watch?v=8J4MAolHdZg&feature=youtu.be e divulgue o máximo que puder. A Lu agradece!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí, o que achou?